Acreditação dos cursos pelo CFMV reflete na valorização do médico veterinário perante o mercado, diz a coordenadora da Unesp

O objetivo do processo de Acreditação do CFMV é aferir a qualidade dos cursos e tornar transparente a excelência do ensino superior para a sociedade e para as próprias instituições [...]

“A valorização da graduação e de todo o corpo docente e discente envolvidos”, é assim que a coordenadora do curso de graduação de Medicina Veterinária da Unesp, Botucatu, Valéria Brandão, resume a conquista do selo de Acreditação com Excelência do Conselho Nacional de Medicina Veterinária (CFMV), reconhecimento conferido à Faculdade em 2017.

Como médica veterinária, a coordenadora do curso de Botucatu entende que é importante que todos os cursos busquem ser reconhecidos no sistema de Acreditação do Conselho para que a profissão seja igualmente valorizada. “Sabemos que existem muitos cursos por aí e é importante que a qualidade deles seja atestada. Isso vai resultar em profissionais mais capacitados no mercado”, acredita Brandão.

Segundo a coordenadora, após o selo de Acreditação, aumentou a busca pelo curso e, consequentemente, a relação de candidato por vaga. “Também percebemos aumento na procura pelos estágios profissionalizantes, inclusive com o interesse de estudantes internacionais”, disse.

A professora entende que isso também tem acontecido, pois a faculdade de Botucatu tem o diferencial de investir em muitas atividades práticas. No quarto ano, os alunos passam por rodízio nas diferentes especialidades, como cirurgia, clínica, reprodução, diagnóstico de imagem, entre outras. Já no quinto e último ano, os estudantes fazem o estágio profissionalizante de nove meses, com uma atuação muito próxima da realidade que vão vivenciar no mercado. Talvez, por isso, acredita Brandão “nossos alunos são muito bem acolhidos no mercado”.

Além disso, sabendo que os estudantes saem preparados nas disciplinas específicas, mas muitas vezes inexperientes com o ambiente de negócios, a universidade de Botucatu tem reforçado o ensino na área de gestão. “Temos feitos vários cursos de extensão, como empreendedorismo, administração e marketing. A ideia é que o estudante de Medicina Veterinária também tenha um laboratório didático da gestão com a vivência na prática”, garantiu.

Acreditação

O objetivo do processo de Acreditação do CFMV é aferir a qualidade dos cursos e tornar transparente a excelência do ensino superior para a sociedade e para as próprias instituições. O selo serve como referência para gestores educacionais, docentes, a sociedade em geral e, sobretudo, para estudantes que buscam cursos com qualidade comprovada.

A candidatura dos cursos é voluntária e não substitui o reconhecimento já realizado pelo Ministério da Educação (MEC). No primeiro processo de Acreditação do CFMV, promovido em 2017, 12 cursos se candidataram. Desses, cinco foram selecionados para avaliação, sendo que dois não atingiram a pontuação mínima para serem acreditados. Os outros três cursos de Medicina Veterinária receberam selo de Acreditação com Excelência: Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Botucatu; a Universidade Federal de Lavras (Ufla); e a Universidade de São Paulo (USP).

As Instituições de Ensino Superior (IES) interessadas em participar do segundo ciclo de Acreditação do Conselho já podem se preparar. A previsão é que o edital seja lançado em 31 de julho, durante o Fórum das Comissões Nacional e Regionais de Educação da Medicina Veterinária, em Brasília. O processo de candidatura e avaliação é sigiloso.

Com a palavra, uma estudante da Unesp

Formada pela Faculdade de Medicina Veterinária de Botucatu em 2017, Giovanna Passaroni Marques de Almeida está cursando a residência em Cirurgia de Pequenos Animais e não pensa em parar. Após finalizar a residência, a jovem médica veterinária pretende ingressar em pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado) e dar sequência a carreira acadêmica. “Acredito que ainda há muito o que aprender e contribuir”, conta Passaroni ao explicar por que escolheu a Medicina Veterinária e o que a motivou optar pelo curso de Botucatu acreditado pelo CFMV.

Por que escolheu a Medicina Veterinária?

Giovanna: Primeiramente, por amor aos animais, para poder ajudá-los e entendê-los. Mas também para contribuir com a sociedade. Não podemos esquecer da importância dos animais desde os primórdios da humanidade: alimentação, meio de transporte, trabalho e, é claro, como um companheiro ou ente da família.

O que te motivou a optar pela faculdade de Botucatu?

Giovanna: Pela tradição em ser a melhor instituição para a formação do médico veterinário. A faculdade apresenta um curso de excelência e diferenciado em teoria, prática e socialização. Dispõe de inúmeras oportunidades de crescimento profissional e inovação, garantindo um profissional habilitado para exercer a profissão. Possui grade curricular integral, podendo o aluno passar boa parte do tempo em atividades práticas no hospital. Apresenta o sistema de rodízio no quarto ano da faculdade, quando o aluno tem aulas práticas e passa por todos as áreas do hospital. No último ano o aluno também tem a disponibilidade de nove meses de estágio, conseguindo aprimorar ainda mais a prática, a teoria e podendo trazer inovações de outros locais. Sem mencionar os inúmeros grupos de estudos, workshops, cursos, iniciações científicas e projetos de extensão.

O que acha que acrescenta na sua formação, o curso da Unesp ter conquistado o selo de acreditação do CFMV?

Giovanna: Acredito que obter o reconhecimento do CFMV como curso de excelência aumenta ainda mais a credibilidade da faculdade e da graduação em nível nacional, o que resulta em maior valorização do profissional e da profissão perante à sociedade.

Na prática, quais indicadores de excelência fizeram a faculdade conquistar o selo?

Giovanna: A Unesp de Botucatu trabalha com responsabilidade para com o profissional, com a profissão e com a sociedade. Os professores são capacitados, estimulados e comprometidos. Temos uma infraestrutura excelente e equipada com instrumentos, aparelhos e materiais de ponta. Somos sempre estimulados à educação continuada e encorajados a trabalhar com mudança e inovação.

Assessoria de Comunicação do CFMV
Enquetes
Desculpe, não há enquetes disponíveis no momento.

INFORMATIVO

Cadastre-se para receber notícias do CRMV-BA.

Send this to friend