CRMV-BA comemora 50 anos com aprovação de lei estadual que limita cursos superiores de saúde a distância

Duas sessões especiais marcaram a data no parlamento baiano, uma na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e outra na Câmara Municipal de Salvador (CMS) [...]

Com a típica animação baiana, os 50 anos de criação do Conselho Regional de Medicina Veterinária da Bahia (CRMV-BA) foram festejados em três eventos. No dia 2 de setembro, duas sessões especiais marcaram a data no parlamento baiano, uma na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) e outra na Câmara Municipal de Salvador (CMS).

No dia seguinte (3), o regional realizou cerimônia de posse da nova diretoria (triênio 2019-2022) e aproveitou a solenidade para homenagear profissionais que prestaram relevantes serviços à Medicina Veterinária e reconhecer o trabalho dos funcionários que mantêm o funcionamento da autarquia.

Para fechar com chave de ouro, no mesmo dia 3, o deputado estadual e médico-veterinário responsável pela sessão especial na Alba, Tiago Correia (PSDB), conseguiu a aprovação do Projeto de Lei nº 23.230/2019, que limita em 20% as aulas na modalidade a distância nos cursos de saúde na Bahia. O PL foi aprovado em 1º e 2º turnos e agora segue para sanção do governador da Bahia, Rui Costa.

Nas três cerimônias, o presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), Francisco Cavalcanti, manteve seu firme posicionamento contra o ensino a distância para área de saúde. “Somos pela qualidade do ensino, pela formação adequada dos profissionais que chegam ao mercado de trabalho, o que já é preocupante dos egressos de cursos presenciais, que se proliferam assustadoramente pelo Brasil, sem nenhum tipo de avaliação. Imaginem a preparação de alunos de ensino a distância de um curso que requer tantas atividades práticas? Não podemos permitir”, disse.

De acordo com o presidente, não há previsão de curso a distância nas novas Diretrizes Curriculares Nacionais da graduação de Medicina Veterinária, recém aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação, e as instituições de ensino superior têm dois anos para se adaptarem. “Vamos continuar lutando para que esses cursos a distância de Medicina Veterinária sejam cancelados e para que os Conselhos profissionais participem da autorização de novos cursos junto ao MEC”, defendeu.

Como órgãos públicos com a função típica de estado de fiscalizar, Cavalcanti alertou que “a missão do Sistema CFMV/CRMVs é fiscalizar e orientar o colega para dar segurança à sociedade de que os serviços veterinários prestados são de qualidade. Por isso, a nossa preocupação de que os profissionais passem por sólida formação acadêmica, evitando que sofram com processos éticos”, afirmou.

Esse também é o pensamento do recém-empossando presidente do CRMV-BA, Altair Santana. “Trabalhamos para proteger a saúde da população e fazemos isso fiscalizando o exercício profissional. Essa defesa da sociedade acontece quando atuamos para permitir que apenas os bons médicos-veterinários e zootecnistas continuem prestando os serviços aos consumidores”.

Homenagens

A ex-presidente do CRMV-BA, Ana Elisa Fernandes de Souza Almeida, que já cumpriu dois mandatos à frente do Conselho (2013-2016 e 2016- 2019), foi homenageada na sessão da Câmara Municipal, proposta pelo vereador Marcos Mendes (PSol).

Médica-veterinária há 34 anos, Ana Elisa é doutora em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres pela Universidade de São Paulo (USP) e recebeu esse reconhecimento profissional pela sua atuação nas gestões da autarquia e também pela dedicação à academia como professora da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Confira o currículo lattes.

No último evento comemorativo, três funcionários do Conselho também receberam certificados de reconhecimento pelo trabalho que desempenham. Alzenir Barros da Silva, assistente administrativa há 35 anos no CRMV-BA; Alexander Ferreira Ramos, coordenador de Fiscalização 14 anos de serviços prestados ao regional e o assistente administrativo Osvaldo Freitas de Oliveira Júnior funcionário do Conselho há 11 anos. Os três profissionais foram eleitos pelos colegas em votação ratificada pela diretoria, pela dedicação, compromisso e realizações que contribuem para desenvolvimento dos trabalhos no regional.

Para encerrar a noite, o médico-veterinário Luciano José Costa Figueiredo recebeu o Prêmio “Fúlvio Alice”, concedido a profissionais com destacada atuação na Medicina Veterinária. Doutor em Medicina Veterinária pela Escola Superior de Veterinária- Hannover, da Alemanha, Figueiredo atualmente é professor titular da UFBA e presidente da Associação Baiana de Buiatria.

Assessorias de Comunicação do CFMV e do CRMV-BA

Enquetes

O que você achou do novo boletim do CRMV-BA?

  • Gostei. Está mais dinâmico e atrativo (43%, 17 Votos)
  • Gostei, mas ainda pode melhorar (33%, 13 Votos)
  • Não gostei (15%, 6 Votos)
  • Por mim tanto faz. Não leio mesmo (10%, 4 Votos)

Total de Participantes:: 40

Carregando ... Carregando ...

INFORMATIVO

Cadastre-se para receber notícias do CRMV-BA.

Send this to friend