Proposta baiana, Comenda Tenente-Coronel Muniz de Aragão recebe indicações

Ideia foi apresentada pelo CRMV/BA e adotada pelo CFMV [...]

Até o dia 28 de fevereiro vão ser aceitas as indicações para a primeira edição da Comenda Tenente-Coronel Muniz de Aragão.  Levando o nome do médico baiano, militar do Exército Brasileiro,  a Comenda foi proposta pelo Tenente-Coronel José Roberto Pinho, conselheiro do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia (CRMV/BA).

Podem ser indicados profissionais de Medicina Veterinária da Marinha, Exército, Aeronáutica e Polícia Militar cujo serviço se destaque.

A previsão de entrega é no dia 17 de junho, dia do nascimento de Muniz de Aragão, data que  foi transformada em  Dia da Medicina Veterinária Militar. 

Regulada pela Resolução CFMV 1291/ 2019, a condecoração pode ter indicações de todos os Regionais, do Federal ou das próprias instituições militares.  A indicação deve conter um memorial ou currículo e provas documentais dos serviços relevantes prestados e podem ser encaminhadas para o crmvba@crmvba.org.br.

Chama acesa

O autor da ideia relata o processo  de aceitação:  “fiz a proposta pelo CRMV/BA ano passado e foi publicamente apresentada pelo presidente do CFMV, Francisco Cavalcanti,  nas comemorações do Dia da Veterinária  Militar na Academia Militar de Agulhas Negras (RJ). Em seguida o plenário do CFMV aprovou”. 

Para José Roberto Pinho é fácil elencar os motivos pelos quais teve a ideia de sugerir a criação da Comenda. Ele destaca três razões: 

“1- enaltecer a memória do patrono Ten Cel Muniz de Aragão, médico baiano que muito fez pela veterinária brasileira e militar

2- destacar o trabalho silente dos muitos Veterinários militares das Forças Armadas e PM pelo Brasil, que seguem mantendo viva a chama acesa pelo Muniz de Aragão

3- aproximar as realidades da Veterinária civil e militar, permitindo o conhecimento mútuo e a troca de experiências e prol do engrandecimento das ciências veterinárias”,  detalha.

(Foto Ascom CFMV. Academia Militar de Agulhas Negras.  Dirigentes do CFMV 
e CRMV/BA se encontram com descendentes do Tenente-Coronel Muniz de Aragão, junho 2019)

 

Entusiasta da ideia, o presidente do CRMV/BA Altair Santana de Oliveira, comenta a primeira edição da honraria:  “a Comenda Muniz de Aragão, como não poderia deixar de ser, nasceu na Bahia.  Muniz de Aragão era médico baiano, filho dos barões de Mataripe, mas foi o grande responsável pela instalação da primeira faculdade de Medicina Veterinária no Brasil, tendo sido seu primeiro diretor. O CRMV-BA apresentou a proposta de criação da comenda ao CFMV, tendo sido prontamente aceita.

O vencedor deste ano, será o primeiro médico-veterinário a ser agraciado com a Comenda, por se destacar nos serviços prestados ao engrandecimento da Medicina veterinária militar. Esperamos que nossos excelentes profissionais sejam indicados e, quem sabe, que um baiano seja o vencedor”, pontua o gestor do Regional da Bahia.

Muniz

Como disse Altair Oliviera,  o Ten Cel João Muniz Barreto de Aragão era de família aristocrática. Ele nasceu no dia 17 de junho de 1871, em Santo Amaro, cidade a 80 km de Salvador. Seus pais eram o Barão e a Baronesa do Mataripe, Antônio Moniz Barreto de Aragão e de D. Tereza Maria Pires de Albuquerque Moniz de Aragão.

Ainda como acadêmico de medicina, integrou voluntariamente as equipes médicas empenhadas no apoio às tropas do Exército na Guerra de Canudos. Nesse episódio, teve atuação destacada, evidenciando espírito de solidariedade e virtudes como dedicação, profissionalismo e espirito de corpo, que definiram sua vocação para vida castrense. Como médico de carreira, serviu também como pesquisador do Laboratório de Microscopia Clínica e Bacteriologia, atual Instituto de Biologia do Exército (IBEx). Foi o fundador e primeiro diretor da Escola de Veterinária do Exército (EsVEx), ativada em 1914.

Falecido aos 48 anos, em janeiro 1922, foi homenageado em 1940 com um Decreto-Lei que o tornou Patrono do Serviço de Veterinária do Exército. O dia magno da Dia da Medicina Veterinária Militar é comemorado na data do seu aniversário de nascimento. Esta celebração foi ratificada pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende-RJ, em evento memorável, realizado com o apoio do CFMV, CRMV/BA e CRMV-RJ.

Send this to friend